Skip to content

Grey’s Anatomy 8×14: All You Need Is Love

13/02/2012


Nenhum grande acontecimento marcou esse episódio, mas foi tudo tão bonitinho e no lugar que eu adorei mesmo assim. Os casos da semana emocionaram e o tema do Dia dos Namorados foi bastante utilizado mas sem nunca soar pedante, resultando num capítulo adorável.

Lindo demais ver Christina implorando ao Owen para que ele reconsiderasse sua decisão de abandoná-la. Não que Yang estivesse errada – já disse aqui que sou plenamente a favor do seu aborto – mas é sempre um deleite ver a atuação extraordinária de uma atriz como Sandra Oh, com uma personagem tão segura e decidida, agora se entregando totalmente num momento de desespero. Tudo ainda melhor quando situado naquela sala de refrigeração, que sempre parece um ambiente neutro dentro do hospital. E o mesmo pode ser dito da cena em que Owen dá a notícia a ela: dentro do mesmo elevador que já foi palco de tanta tensão sexual, pedidos de casamento etc… Coisas de Grey’s Anatomy.

Owen devia mesmo estar precisando mudar de vida, principalmente depois de ouvir aquilo tudo da Teddy e carregar a culpa misturada com a consciência tranquila de ter agido da forma que achava correta. Acredito que essa briga com a Teddy seja algo passageiro e entendo que ela se apegue a esse tipo de rancor como forma de encarar a dor. Mas acho que daqui a pouco o Owen vai chegar e fazer alguma coisa e ela perceberá o quanto está sendo intransigente.

Os casos da semana foram lindos. O casal infantil de namorados foi fofo mas sem ser bocó, como geralmente as crianças são tratadas nessa série. Já a história da mulher que sonhava em se casar e perde o futuro noivo no dia dos namorados foi realmente comovente. A sensação de perda, de algo irreparável,  de que tudo aquilo não vai ter um desfecho, é extremamente dolorida. Até a Lexie se inspirou e foi atrás do Mark na esperança de uma aproximação, ainda que inconsciente.

E só a Bailey, novamente, foi a única coisa ruim vista aqui. A personagem está perdida na temporada e foi muito over aquela história de jantar a luz de velas no meio do hospital, como se ninguém ficasse doente  no Dia dos Namorados e pudessem simplesmente ceder uma sala daquele tamanho, com um garçom servindo comida num ambiente super contaminado. Eu sei que era pra ser romântico, mas não deu.
.

Também poderá gostar de:
Grey’s Anatomy 8×13: If/Then
Grey’s Anatomy 8×11: This Magic Moment e 8×12: Hope for the Hopeless
Grey’s Anatomy 8×10: Suddenly

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: