Skip to content

Dexter 6×02: Once Upon a Time e 6×03: Smokey and the Bandit

19/10/2011


Depois de um iníico de temporada OK, Dexter veio com um segundo episódio arrastado e um terceiro mais redondo e intrigante, mas ainda assim sem estabelecer a temporada como algo relevante e trazer o interesse definitivamente o interesse de volta depois do fraco season finale.

Ainda sem um vilão antagonista (como Trinity) ou alguém com quem se relacionar (como Lumen), a temporada vem abordando as preocupações de Dexter com o futuro, principalmente no que diz respeito a Harrison. Em Once Upon a Time, os roteiristas deram prosseguimento à temática da religião com o pastor supostamente ex-assassino que agora vive de sua oficina mecânica e de tirar jovens potencialmente criminosos das ruas e convencê-los a aceitar Deus. Tive medo de que Dexter ficasse extremamente intrigado com isso e passasse a repensar seu ritual de matar pessoas baseando-se apenas em crimes praticados há muito tempo.

Esse não parece ser o caso, já que logo em seguida, o psicopata foi atrás de um serial killer que retornou anos depois. A “Fada do Dente”, já nos seus 70 anos, não conseguiu controlar sua vontade de matar e não contava com o livro de recortes guardado por Dexter desde que o Harry ainda ensinava o código. Dessa vez, nosso protagonista passou a repensar o futuro ao ver a forma como envelhecem os serial killers. Ttal como o “Fada”, milhões de idosos terminam seus dias sozinhos e abandonados, caso contrário, não haveria tantas casas de repouso como aquelas. Assim, esse questionamento não fez o menor sentido. Por outro lado, Dexter resolveu ter compaixão não pelo idoso e sim pelo filho deste, ao simular uma morte por ataque cardíaco. Resta saber como ele explicou as pancadas que deu na sua vítima antes.

Enquanto isso, Deb passou por cima do Batista e virou Tenente de um dia pro outro. Adoro a personagem e não duvido de suas habilidades para o cargo, mas também achei essa promoção rápida de mais. Se não me engano, no início da série, Deb era apenas uma policial infiltrada como prostituta. Em tão pouco tempo, ela pulou diversos títulos e deixou pra trás pessoas mais experientes. Não sei se eu daria o cargo pra ela e acho esse arco uma chatice. Espero que com a entrada do novo detetive, as coisas esquentem por lá.

Na parte misteriosa da série, nada mudou. Os caras apenas sequestraram mais um e tem uma agenda visando algo meio apocalíptico. Até a assistente loira do Masuka fez mais roubando a evidência do Ice Truck Killer. Será ela só maluca ou tem algum tipo de relação com o assassino?
.

Também poderá gostar de:
Dexter 6×01: Those Kinds og Things
Dexter 5×12: The Big One
Dexter 5×11: Hop a Freighter

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: