Skip to content

True Blood 4×08: Spellbound

18/08/2011

**CONTÉM SPOILERS**


True Blood volta a decepcionar depois de um bom capítulo na semana passada. Arrisco a dizer que esta deve ser a série mais irregular no ar atualmente, já que nesta temporada sempre alterna capítulos bons com outros mais fracos, nunca conseguindo fazer uma sequência realmente empolgante.

O romance entre Eric e Sookie está cada vez mais boring. A situação dele era inusitada no início, mas agora já deu pra perceber que a sua personalidade perdeu grande parte do interesse e a química com a moça virou um romance cafona com direito a um convite para “fugir”, juras de amor que mais parecem pactos de amizade distorcidos e cenas ridículas com neve e afins. Daí, até eu queria que a bruxa possuída desfizesse o feitiço que lançou sobre ele.

O Bill foi esperto ao usar a ameaça sobre os vampiros em prol da causa deles, colocando-os como vítimas de uma sociedade que os oprime e os incentiva a cometer suicídios. Só não entendi como apenas um deles morreu num raio de 30 Km. Compartilhei a revolta da bruxa e acho que teria sido bem mais empolgante se mais vampiros tivessem morrido. Além disso, a Sookie poderia distribuir um pouco do sangue dela entre os vampiros ameaçados, protegendo-os de queimarem no sol por um tempo.

Deu uma pena enorme ver o casal Hoyt e Jessica se separando assim, principalmente se lembrarmos do início do relacionamento dos dois, o qual acompanhamos lá na segunda temporada e constantemente roubava o episódio. Mas os vampiros sempre foram seres com a sexualidade aflorada e era questão de tempo até que um homem pacato e tradicional como Hoyt não fosse suficiente para Jessica, mesmo ela sendo uma eterna virgem.

O problema é que Jessica foi se envolver justamente com o melhor amigo do ex e ser desconvidada da casa de alguém duas vezes no mesmo capítulo não é pra qualquer uma. Mas alguém tem dúvidas de que Jason vai ceder muito em breve?

Assim como a bruxa, Lafayette é outro que anda recebendo espírito. Aqui, ele é possuído pela alma de uma escrava que resolveu cismar que o filho da Arlene é dela. Não entendi a lógica por trás disso e a única razão à vista parece ser a boneca que está sempre ao lado do Damien que agora nem é mais Damien. Na verdade, acho que faltam boas idéias e originalidade a este núcleo.

O mesmo ocorre com Alcide, que até agora não serviu pra absolutamente nada nesta temporada e cuja ligação com outra história apareceu somente agora, com o chefe do bando ameaçando o Sam e a família. Eu já disse isso antes e repito: isso de pai violento ameaçando filha e esposa parece um caso de E.R. e não tem nada a ver com True Blood.
.

Também poderá gostar de:
True Blood 4×07: Cold, Grey Light od Dawn
True Blood 4×06: I Wish I Was the Moon
True Blood 4×05: Me and the Devil

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: