Skip to content

True Blood 4×03: If You Love Me, Why Am I Dyin’?

12/07/2011

**CONTÉM SPOILERS**


Só em True Blood pode existir uma fala como “Você acabou de matar a minha fada-madrinha!” e não parecer totalmente ridículo. Mas foi ridícula a fada virando um duende e explodindo em luz, como aconteceu no início da temporada e tinha sumido desde então. No entanto, posso dizer que este foi um bom capítulo, não tanto quanto o anterior, mas que desenvolveu bem a maior parte de suas histórias.

Confesso que tive dificuldade em aceitar o Eric com uma personalidade completamente diferente, não sei se o ator não convenceu, mas no início tudo pareceu sempre um pouco teatral. A melhor foi a Pam – ganhando cada vez mais um merecido destaque – matando de cara o que havia acontecido e colocando o trio mala pra correr.

No meio disso tudo, duas situações me pareceram um pouco forçadas. Primeiro foi a Sookie ir atrás do Alcide pedindo pra ele cuidar do Eric (oi?), com certeza um recurso pra tentar incluir o lobisomem na história, já que ele não tem função nenhuma. A outra foi o Lafayette querendo procurar o Eric pra pedir perdão, ou seja, teoricamente facilitando o próprio assassinato, enquanto o mais sensato seria se esconder. Novamente, usaram um artifício fajuto, mas que pelo menos acena para uma história que pode ser divertida.

O casal Jessica e Hoyt me fez pensar em como manter uma relação com um vampiro é uma situação de total desvantagem. Porque imagino Hoyt sendo manipulado por ela a vida inteira, e NUNCA saber exatamente o que aconteceu, mas sempre imaginando que pode ter sido enganado ou não. Mas divago.

Enquanto isso, tivemos a parte chata e totalmente desinteressante, com detaque para Jason e o clã das panteras necessitadas, que toma um tempo enorme, mas que só dá sono. Ao mesmo tempo, o Bill de rei vampiro não convence muito e o irmão do Sam querendo passar a perna na velhinha é algo que não tem nada a ver com a série.

Por fim, ainda no grupo dos inúteis, tivemos Tara e Sam, que desta vez tiveram pelo menos uma ótima cena, bem escrita e aonde exibiram uma química enorme. Pena que parece ter sido apenas pontual e os dois seguirão storylines separadas.
.

Também poderá gostar de:
True Blood 4×02: You Smell Like Dinner
True Blood 4×01: She’s Not There
True Blood 3×12: Evil Is Going On

3 Comentários leave one →
  1. 15/07/2011 11:46

    Ainda bem que a Pam tá ganhando destaque. Sempre gostei dela, só não tinha oportunidade de gostar mais ainda.

    ^^

Trackbacks

  1. True Blood 4×04: I’m Alive and on Fire « Melhores Coisas
  2. True Blood 4×05: Me and the Devil « Melhores Coisas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: