Skip to content

The Killing 1×10: I’ll Let You Know When I Get There

02/06/2011

**CONTÉM SPOILERS**

.
Ainda que de forma mais discreta, The Killing voltou a trazer os furos no roteiro que tornaram o episódio anterior o pior da série. Neste aqui, ficou difícil de acreditar que um taxista, em posse de uma informação tão importante sobre um caso enorme que movimenta a mídia local, não teria se manifestado antes. Alguns podem dizer que ele não havia ligado o nome à pessoa, mas como o próprio afirmou, ela lhe chamou a atenção.

A verdade é que os roteiristas continuam batendo nessa estrutura de apresentar um suspeito para desconstruir em seguida. Assim, quando a Linden passa a suspeitar de que o amigo do pai seja o culpado, o suspense é quase nulo porque nós sabemos que ainda faltam pelo menos três episódios até o fim, de modo que o assassino não será revelado dessa vez. Não que isso fosse impossível. Eles podiam surpreender e trazer o culpado agora, fazendo os episódios seguintes com uma estrutura diferente. Mas esse é um tipo de inovação que aparentemente não surgirá por aqui, a não ser que os escritores fossem substituídos de uma hora para a outra.

Não faz muito sentido também, pelo menos pra mim, a pressão que a Linden recebe dos seus familiares. A mulher é a responsável por investigar um assassinato e o namorado/noivo fica de mimimi. Alguém tem que avisar pra ele que o casamento dos dois não é nada perto da importância de identificar um criminoso cruel. Já o filho querendo chamar a atenção seria OK se fosse possível perceber que isso influencia de alguma forma na investigação que a Linden conduz.

Assim, o único ponto positivo ficou com as cenas do pai da Rosie. Confesso que fiquei com pena, mesmo sabendo que ele foi culpado e o ator manda muito bem com pouquíssimas falas e muita expressão. E a trama política? Acho que se eles sumissem, eu não ia nem perceber.

3 Comentários leave one →
  1. 04/06/2011 11:21

    Nossa, The Killing está voltando a ser muito boa.

    Se bem que tô começando a achar que o assassino nem apareceu ainda (o que se for confirmado eu ficarei muito chateado).

    E o casal de atores que interpretam os pais de Rosie são fantásticos. Principalmente o Stan, como você bem citou.

    Até a parte política -que pode até não ser percebida caso seja excluída – me deixa intrigado.

    ^^

    • 05/06/2011 4:28

      Não sei como vc pode achar The Killing muito boa. Se o assassino ainda não apareceu, vai ser muito podre. E a parte política já foi boa, mas agora sucks também.

Trackbacks

  1. The Killing 1×11: Missing « Melhores Coisas

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: