Skip to content

Game of Thrones 1×03: Lord Snow

03/05/2011

**CONTÉM SPOILERS**

.
Esse episódio passou bem mais rápido do que o anterior, é verdade, mas ainda assim, essa série ainda não me conquistou. Eles continuam a incluir um monte de novos personagens sem deixar claro quem eles são ou desenvolvê-los de forma satisfatória. Essa forma lenta de contar uma história pode funcionar perfeitamente em uma série de livros, mas não em um programa de TV com uma temporada curta de 10 capítulos.

A história da moça de cabelos brancos (e com uma peruca ridícula) continua sendo a mais fraca. Ela descobriu que está grávida, vive feliz com o marido brutamontes (cuja voz é bastante mal dublada) e é ameaçada pelo irmão afetadinho porque ela quis dar ordens a ele e controlar o dragão. Ou algo assim, não entendi direito como isso funciona.

A trama central envolvendo a ameaça à vida do Bran é a mais interessante e gostei que a série ainda deixou em aberto se ele realmente não se lembra ou está apenas fingindo. A mãe descobriu tudo rápido demais, nem passou pela cabeça dela que a adaga poderia mesmo ter sido roubada dos Lannisters. Ou então buscar uma razão para que eles quisessem matar o garoto. Mas ok, ela ainda não sabe que o filho acordou.

Nesse episódio, foi visível também a forma com que o Rei trata a família da esposa, algo que pode ser um dos motivos para que ele seja odiado, além, é claro, do amor proibido entre irmãos. E o clima de ameaça parece ser passado de geração para geração, já que a Rainha cria o filho para que ele desconfie de todos à sua volta e encare um casamento de fachada como se fosse a coisa mais normal do mundo.

Falando em filhos, a mais nova do Ned parece ser uma personagem mais interessante que a grande maioria dos adultos. Destaca-se por ter um perfil diferente em uma sociedade cujas posições de homens e mulheres estão bem marcadas. Assim, ver aquela garota criada para ser uma dama treinando com uma espada faria qualquer pai se assustar.

Por fim, a rotina do filho bastardo que foi mandado para guardar a muralha também vai ficando mais clara. E promissora, com o medo do inverno. Mas juro que não consigo mais ouvir “winter is coming”.

P.S.: Gelei com a cena em que a criada conta a história de terror pro Bran. Mais pela forma do que pelo conteúdo.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: