Skip to content

Glee 2×18: Born This Way

28/04/2011

**CONTÉM SPOILERS**

.
Alguém aí se lembra que a Rachel no início da série era uma pessoa segura, confiante e que o excesso de amor próprio deixava a personagem pretensiosa e arrogante? O que isso tem a ver com a Rachel vista nesse capítulo? Agora, ela precisa levar lição de moral dos seus coleguinhas de glee club, aqueles que eram os losers da escola e que procuravam uma voz e uma forma de não levar raspadinha na cara todos os dias. Uma grande desconstrução de personagens vista em menos de duas temporadas.

Como se não bastasse, ainda teve o restante do glee club dando opinião sobre a plástica de nariz que a Rachel queria fazer. O que eles têm a ver com isso mesmo? Fiquei sem entender porque ela teve que ficar ouvindo palpite de um monte de adolescentes complexados. Assim, foi mais que oportuno o discurso da Santana falando sobre hipocrisia e dizendo que todo mundo tem alguma coisa em si próprio que odeia e queria mudar.

Santana, aliás, destacou-se na maior parte do capítulo, com o plano macbethiano, como o próprio Kurt disse, para dominar a escola ao lado do Karofsky e morri de rir com os dois vestidos de fiscais do bullying defendendo a tolerância. Mas Santana acabou tomando uma lição de moral justamente da Brittany, a personagem mais idiota da série e ficou sentadinha com a sua camisa de “lebanese” enquanto os outros cantavam o hino gay sobre aceitação da Lady GaGa.

Quinn foi outra com algum destaque. Foi engraçado ela explicando que sua beleza lhe deu uma visão distorcida do mundo, já que ela acha que todas as pessoas são sempre legais e agradáveis. Por outro lado, a revelação de que ela era gorda e feia quando mais jovem foi mal-aproveitada. Ao invés de trazer mais uma dimensão a personagem, só serviu tornar a Lauren uma bitch que é perdoada 5 minutos depois. Aposto que o assunto nunca mais será falado na série.

Entre os números musicais, os Warblers novamente roubaram a série com a versão e a cena lindas de Somewhere Only We Know, mas a música solo do Kurt que era pra ser emocionante só me deu um sono enorme. E sobre a canção que dá título ao episódio, tenho certeza que o plot todo só foi criado para que eles pudessem cantá-la, enquanto deveria ocorrer o contrário. Infelizmente, mais uma vez os produtores optam por uma versão cover que utiliza o mesmo arranjo original, e de uma música que está neste momento tocando nas rádios. Qual é a relevância disso?
.

Também poderá gostar de:
Glee 2×17: A Night of Neglect
Glee 2×16: Original Song

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: