Skip to content

Comentários em série

29/03/2011

**CONTÉM SPOILERS**


Modern Family 2×18: Boys’ Night

Depois de um bom tempo com capítulos pouco engraçados, essa semana Modern Family veio com esse episódio que me fez rir muito. Dessa vez, ficou até difícil dizer qual das  histórias foi a mais divertida. Na casa dos Dunphy, descobrimos a existência de um vizinho temido pelo casal. Isso até Luke quebrar o gelo e ir até a casa do sujeito, tendo com este um diálogo sem noção que termina com o garoto pegando ar antes de entrar na casa do vizinho só porque este carrega um cilindro de oxigênio. E ainda teve a cena em que o casal invande a casa do velhinho e toma um susto quando ele acorda. Perdi o ar de tanto rir. Enquanto isso, Jay desiste de ir assistir a uma ópera com a família e vai parar justo no bar em que Mitchell e Cameron bebem com seus amigos gays. Surpreendentemente, o cara se sente em casa, inclusive marcando um encontro com um dos rapazes. Claro que no dia seguinte tudo muda e apesar do apelo para que Gloria evitasse o passeio, Jay se viu obrigado a sair com o amigo gay do Mitchell, numa cena improvável e divertidíssima. E ainda teve um epílogo com a Haley praticando seu lado sem noção mas obrigada se calar pelo Cameron. Fazia tempo que eu não ria tanto com Modern Family.

.

.

Community 2×19: Critical Film Studies

É admirável como Community consegue se reinventar dia após dia. Seja trazendo simples paródias, seja fazendo capítulos “normais”, a série muda sua dinâmica, aprofunda personagens, e traz misturas metalinguísticas ousadas como nenhuma outra na televisão atual. Neste Critical Film Studies, a graça passou longe durante boa parte do tempo, mas Community é uma série tão interessante, que isso acaba não sendo um problema. Os roteiristas aqui misturaram um filme dos anos 80, Meu Jantar com André, o qual eu nunca vi e sequer conhecia, e Pulp Fiction, do mestre Quentin Tarantino, e fizeram tudo fazer um enorme sentido. Pra quem é fã do filme, foi lindo ver todos vestidos à caráter , se divertindo com isso, e o Troy abrindo a maleta com uma lâmpada dentro pra dar “aquele” efeito de algo valioso. Ao mesmo tempo, morri de rir com a história do Abed sobre Cougar Town e em seguida com a de Jeff sobre e menina índia. E quando todos pensávamos que Abed teria se tornado uma pessoa desinteressante, eis que tudo não passava de mais uma homenagem ao Cinema. Genial.

No comments yet

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: