Skip to content

Comentários em série

26/03/2011

**CONTÉM SPOILERS**


Shameless 1×11: Daddy’s Girl

Depois de dois capítulos aprofundando sua capacidade dramática, Shameless retornou às origens nesse episódio que foi mais uma preparação para o season finale. O triãngulo formado por Fiona, Steve e o policial chegou a um nível crítico depois que o namorado da moça foi ameaçado pelo funcionpário público abusando da sua posição. Ele só não contava com os irmãos de Fiona também dirigindo um carro roubado, algo que deixará a garota com raiva pelo resto da vida. Fiona, por sinal, arranjou uma amiga que está mais interessada em drogá-la e levá-la para a cama, mas isso ainda é apenas uma hiótese, já que a intenção da moça ainda não ficou clara. Enquanto isso, Lip estava determinado a encontrar o verdadeiro pai de Ian, enquanto este não queria se afastar da família, muito menos deixar de fazer parte dela. Foi engraçado também ver o Frank tentando de todas formas arranjar um emprego em que pudesse se machucar e o universo conspirando exatamente na direção contrária. Por fim, tivemos a história um pouco forçada da garota que é realmente uma puta, com raiva porque o pai jogou isso na cara dela. Exageraram um pouco na tentativa de chocar e isso é, agora, a coisa menos interessante de Shameless.

.

.

The Good Wife 2×17: Ham Sandwich

Melhor episódio das últimas semanas? Pode ter certeza que sim. Sem nenhum grande caso da semana, a série se preocupou em desenvolver suas diversas tramas utilizando os tribunais como ferramenta. O divórcio do Lemond Bishop só serviu para fazer uma ligação inesperada e interessante com o caso da Kalinda, provando a inteligência dos roteiristas ao unir as duas histórias. Kalinda foi esperta ao sugerir que Blake teria um caso com a esposa do seu patrão traficante, conseguindo-o afastar do caso. Porém, o mais surpreendente aqui foi a descoberta final de Blake. Foram na verdade duas surpresas: a primeira foi o fato de  o passado de Kalinda e o motivo da mudança do nome não terem a menor importância, pelo menos por enquanto, e sim como ela conseguiu isso tudo; o segundo foi o envolvimento com Peter. Acredito que ninguém estivesse esperando por isso e agora que Blake pôs tudo no ventilador, acredito que seja imprevisível o que virá daqui pra frente. Na trama política, Grace continua encantada pela religião e pelo cara que fala tudo aquilo que ela gosta de ouvir. Manipulada e atenta para qualquer demonstração de racismo, a garota expõe a estratégia de Eli de afastar os  negros. Mas essa série é sempre politicamente correta e claro que Alicia não iria deixar tudo passar em branco, com o perdão do trocadilho.

.

.

Private Practice 4×16: Love and Lies

Os personagens dessa série estão meio chatos há algum tempo, mas neste Love and Lies os casos da semana foram interessantes e superaram esse problema. Finalmente a Amelia esteve envolvida em algo que preste. Gostei da história da moça com medo de ter Huntington e entendi a atitude da médica de mentir na tentativa de proteger a amiga. Apesar de ter tido uma conclusão um pouco piegas, foi uma situação interessante. O caso envolvendo a Addison também chamou a atenção pela estranheza, já que a mãe geraria um filho de um bebê que mal viveu. O caso nem deveria ter sido cogitado pelos médicos, já que envolveria uma operação invasiva no recém-nascido. Mas como em Private Practice tudo que é bizarro gera discussão, a polêmica se seguiu até final, com uma bronca da Naomi que ainda conseguiu fazer ali algum paralelo estranho com a vida da Addison. Naomi, por sinal, continua chata. Aquele discurso todo sobre não gostar de estar ali foi bem forçado, só porque a atriz pediu pra cair fora da série de vez. A verdade é que Naomi não faz falta e é uma pena que o Fife, um bom personagem, tenha se envolvido justo com ela. De resto, Charlotte praticamente não apareceu, Sheldon deu um showzinho bem sem graça, Violet com o “drama” da foto passou batida e só o Cooper se destacou, ao se emocionar com a situação do recém-nascido. Foi bonito e deu uma vontade de ver o personagem sendo pai.

2 Comentários leave one →
  1. 27/03/2011 19:25

    A cada dia reconheço MAIS e MAIS de Weeds em Shameless. Tá na cara que são do mesmo canal, apesar de terem produções totalmente diferentes.

    E The Good Wife me fez ficar boquiaberto com a virada que a Kalinda deu no tribunal. Fiquei assim > =o

    Abçs!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: