Skip to content

Glee 2×16: Original Song

19/03/2011

**CONTÉM SPOILERS**

.
As músicas originais de Glee podem ter dado certo para o coral, que venceu finalmente os Regionals e agora partem para Nova York em busca do título nacional. Mas não sei se para o seriado como um todo, essas novas canções serão muito benéficas. A grande maioria do público assiste a série porque gosta das versões e dos números musicais. Os roteiros nunca foram o forte aqui. Assim, a inclusão de músicas desconhecidas pode causar uma perda de interesse do público, que não mais encontrará ali aquilo de que tanto gostava.

A parte isso, foi um episódio interessante. Gostei das músicas toscas cantadas por eles, que substituíram muitas coisas que os próprios queriam falar, mas, logicamente, não funcionavam para apresentações. Puck compondo para Lauren colocou ainda mais em evidência o ridiculismo da história dos dois. Ambos os atores são ruins e não tem química, os diálogos são fracos e toda a aproximação deles é extremamente artificial. É como se Glee quisesse forçar a barra só para mostrar um caso entre o gostosão da escola e uma gorda estranha. Mas por enquanto não está funcionando.

O mesmo acontece com a situação de Santana e Brittany, só que com bem menos intensidade. As duas sempre tiveram a sexualidade super confusa, algo que constantemente era motivo de piada, mas nunca haviam sido vistas como um casal. Por isso me surpreendi semana passada, ao saber da paixonite de Santana. Ela era melhor como um bitch safada e gosto muito mais da Brittany com o Artie, por isso, espero que esse plot passe batido.

Já a aproximação de Blaine e Kurt foi bonita de se ver. Acho que todo mundo meio que já sabia que eles viriam a ser um casal eventualmente e os roteiristas acertaram ao trazer um impedimento inicial, fazer o mocinho sofrer, deixar todo mundo torcendo e então mostrar o acerto final. A cena foi tão bonitinha que eu quase não me incomodei com a mudança repentina de opinião do Blaine em relação ao Kurt. Pena que o dueto dos dois não tenha funcionado tanto assim, achei um pouco estranho. E só eu achei a voz do Kurt bem grossa ou foi auto tune demais?

Gostei que a série citou o fato de que as grandes obras artísticas são geralmente realizadas quando seus autores estão mais emocionais, ou seja, sofrendo. E Glee utilizou isso muito bem ao mostrar Rachel compondo aquilo que queria dizer a Finn, num momento emocionante. Já a música do grupo trouxe de volta o início da série, que era sobre perdedores tentando um lugar ao sol. O número foi bem divertido e terminou com chave de ouro utilizando o pseudo-copo de raspadinha. Só o tempo dirá se a música será capaz de se tornar um hit.

5 Comentários leave one →
  1. 20/03/2011 15:27

    Tocou em pontos muito importantes, todos essas questões já passaram e passam pela minha cabeça enquanto assisto a série. Puck e Lauren eu já abstraí, coisa mais ridícula ever – e acho que de tanto insistirem, já nem estou ligando tanto. Santana e Brit, olha, fiquei muito surpreso e gostei. Foi o que tu disse, ela era um bitch e só isso, e amava ela por isso mesmo, mas de repente ver um pouco de sentimento por trás de tanta putaria foi legal. Detestava o Blaine, ainda detesto, acho, mas foi tão lindo e o Kurt que eu também tive que relevar essa coisa repentina dele. Porém, quando revi o episódio, me toquei que a letra de Blackbird tinha muito a ver com a situação também entre os dois personagens – algo evidente mas que eu não havia notado na primeira conferida.
    Quanto às canções originais, eu adorei todas. Poucas vezes a Lea me emocionou como dessa vez. Acho que eles não vão insistir nisso não, nem devem, deve ser algo esporádico mesmo, talvez nem tenha mais.
    Mas basicamente, AMEI este episódio. Um dos meus preferidos de toda a série já.

    []s!

    • 20/03/2011 16:02

      A Santana mostrando uma nova face é interessante, pena que em Glee tudo é sempre efêmero e artificial, aí acaba perdendo força.
      Eu gosto do Blaine, principalmente como cantor. Mas a cena de Blackbird foi bonita mesmo.
      Das músicas novas eu gostei também principalmente da última. Mas o que vai dizer se eles continuarão produzindo provavelmente será a repercussão e o números de vendas na iTunes Store, acredito.

Trackbacks

  1. Glee 2×17: A Night of Neglect « Melhores Coisas
  2. Glee 2×18: Born This Way « Melhores Coisas
  3. Glee 2×19: Rumours « Melhores Coisas

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: