Skip to content

Comentários em série

14/03/2011

**CONTÉM SPOILERS**


How I Met Your Mother 6×18: A Change of Heart

Gostei bastante desse capítulo. Principalmente porque o Barney não ficou chato, o que era o meu grande receio ao saber que ele se envolveria seriamente com uma mulher. A forma como tudo foi mostrado novamente chama a atenção, com os flashbacks no consultório médico e ele contando tudo à partir dos batimentos cardíacos. Seria muito estranho ver um personagem que por praticamente seis anos desfila sua canalhice, agora realmente interessado em uma mulher. Por isso, no final, tomei um susto (um susto bom) quando Barney pareceu ter vencido seus princípios e decidido dar uma chance a um relacionamento. Mas os roteiristas não foram ousados e tudo terminou praticamente como antes, mesmo que tenha ficado uma pontinha de dúvida. Morri de rir com o “cachorro” da Robin e com todos chapados de maconha preocupados com o sumiço do Scooby. E o que dizer da cena final com o calzone? Impagável.

.

.

Modern Family 2×17: Two Monkeys and a Panda

Se eu dei três risadas durante esse capítulo inteiro, deve ter sido muito. E elas vieram todas da casa dos Dunphy, depois que o Phil decide ir sozinho ao spa e lá tem uma aula de como tratar a esposa e não ser o babaca sem noção como sempre é. Foi engraçado ver em seguida a inversão de papéis, quando ela é confortada por ele, mas não repara nas mudanças pelas quais Phil passou. Ainda na casa dos Dunphy, morri de rir com Claire e Alex desesperadas com a Haley descobrindo a troca das blusas, e esta querendo usar a camisa com a foto do cara do De Volta para o Futuro aka Einstein. As demais histórias foram bem mais sem graça. Na casa de Jay, o que salvou foi a situação nonsense da escolha do local para os caixões e o casal de velhinhos se metendo no assunto. Assim como Manny tendo que lidar com um namoro de uma menina 5 meses mais nova. E Mitchell e Cameron não tiveram uma boa cena sequer. O último voltou a ser caricato e o drama sobre o nome de Lilly não empolgou nem um pouquinho.

.

.

The Good Wife 2×16: Great Firewall

Em seu episódio mais recente, The Good Wife novamente trouxe um caso da semana baseado em uma história real, quando o Google resolveu abandonar suas operações na China depois de diversas acusações de censura e repasse de informações sobre internautas que são contra o regime. No entanto, a intenção aqui foi mostrar as segundas intenções da firma, que estava aparentemente lutando por uma boa causa, mas na verdade tinha interesse nas consequências da vitória. Will e cia. são pessoas de boa índole, mas colocam qualquer princípio de lado quando isso é o melhor para o cliente. Alicia aos poucos aprende a lidar com isso, mas ainda tem dificuldade em aceitar todas as tramoias que presencia por lá. A vitória de Diane e Will era mais do que previsível, mas ainda assim tivemos espaço para novas armações. Da mesma forma, na trama política, Eli e Peter conseguem fazer com que Glenn retire a candidatura depois de descobrir que ele também contratara uma imigrante ilegal. Achei o motivo um pouco aleatório, já que foi uma descoberta casual do Zack, mas é sempre ótimo ver o Mr. Gold manipulando todos a sua volta. Por fim, Kalinda parece meio perdida. Mas estou com a impressão de que não sabem exatamente o que fazer com a personagem. Uma pena, já que Kalinda começou a temporada muito bem e agora se vê envolvida com o Cary, talvez o personagem menos interessante de The Good Wife. Espero estar errado.

.

.

Private Practice 4×15: Two Steps Back

Alguém sentiu falta da Addison? Eu não. Só fui perceber que ela não havia aparecido quase no final do capítulo. Isso não quer dizer que tenha sido muito bom, mas foi melhor que os últimos. O draminha da Violet com a publicação do livro com uma visão crítica de todos os seus colegas já foi visto diversas outras vezes, mas eu gosto tanto dela que nem liguei muito. O mesmo pode ser dito da Charlotte, que quase deu um chilique por causa do beijo do Cooper, enquanto ele já aguentou dela traição, mentira e ainda esteve ao seu lado em todo o pós-estupro. Mas foi aconselhada pela Amelia (putz, pela Amelia é foda, hein?) e acabou caindo na real. O caso do Sheldon foi mais ou menos previsível, mas pelo menos o final foi interessante e ainda teve a Paris de Gilmore Girls. O envolvimento entre Sam e a Naomi pode render coisas boas (viu como eu me preocupo com a Addison?), ainda mais que Sam e Addison juntos nunca me convenceram. Além disso, é mais que natural pessoas que foram casadas por anos se sintam atraídas. Só que traição de novo? Já deu né.

No comments yet

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: