Skip to content

Mr. Sunshine – 1×01: Pilot e 1×02: Employee of the Year

18/02/2011

.
Depois da estreia decepcionante de Episodes, série estrelada por Matt LeBlanc, eis que outro ex-membro de Friends, dessa vez Matthew  “Chandler” Perry, aparece com um novo show abaixo das expetativas e no qual o ator parece interpretar novamente seu antigo personagem.

Logo no início, é possível perceber a fragilidade do roteiro quando a melhor forma encontrada para apresentar o protagonista é fazer uma garoto aleatoriamente perguntá-lo quem ele é. Em seguida, exibí-lo flertando com uma mulher linda para mostrar o quanto ele é mulherengo, algo que segue totalmente uma cartilha de comédias vazias. Na verdade, o personagem é um poço de clichês: o famoso solteirão que transa com várias mulheres, tem medo de se relacionar, mas agora, aos 40 anos, começa a questionar o próprio comportamento com medo de morrer sozinho e resolve procurar alguma coisa mais séria.

Claro que ele tem um caso com uma mulher no seu ambiente de trabalho (coincidentemente interpretada pela loirinha que fazia par com Matt LeBlanc na finada Joey) e justo agora, a moça resolve trocá-lo por outro empregado do estádio o qual, vejam só, o personagem de Matthew Perry odeia. Está formado então um triângulo amoroso clássico, algo que não seria um problema se a série fosse mesmo engraçada. O que claramente não ocorre aqui, pelo menos com o núcleo central.

A melhor parte ficou com a personagem da Alisson Janney, a dona do estádio no qual a série se passa. Aparentemente sem muitos escrúpulos, Crystal é racista, ambiciosa e fria, mas acima de tudo, bastante carismática e sua relação com o filho promete ser a única coisa realmente interessante nessa série.

No segundo episódio, a coisa não melhorou muito, mas a ideia de criar uma competição interna foi boa e outros personagens tiveram chance de aparecer mais. Ainda assim, me incomodaram algumas situações forçadas, como o cantor mimado pedindo coisas sem sentido e depois sendo convencido pelo protagonista a realizar o show. A inclusão desse tipo de cena “fofa” destoa do restante e chega a ser implausível.

Apesar de todos os problemas, acho que vou dar uma chance ao terceiro episódio de Mr. Sunshine, porque alguma coisa me diz que isso ainda pode melhorar.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: