Skip to content

Shameless 1×03: Aunt Ginger e 1×04: Casey Casden

02/02/2011

**CONTÉM SPOILERS**

.
Chegamos ao quarto episódio e Shameless consegue ficar cada vez melhor, o carisma dos personagens se confirma e o nível de canalhice dos protagonistas cresce ainda mais. E isso é um dos principais motivos para se ver essa série.

Porque uma das coisas de que mais gosto aqui é o fato de não haver vilões e mocinhos clássicos. Claro que há a família protagonista e são todos de boa índole. Mas, ao mesmo tempo, todos eles não hesitam em se aproveitar dos outros e roubar quando precisam. E os antagonistas, vejam só, muitas vezes são aqueles que querem cumprir a lei.

No terceiro episódio, os grande vilões foram os fiscais da previdência desconfiados de que a família estivesse descontando os cheques de uma tia Virgínia que supostamente morava lá. Como a tal Tia Ginger já morreu há anos, os Gallagher não pensam duas vezes em substituí-la. Primeiro, por um ex-motorista de ônibus vestido de mulher (sempre com o pênis ereto, por sinal), e depois sequestrando uma idosa com Mal de Alzheimer de um asilo. A cena impagável em que eles escolhem a velhinha como se estivessem em um supermercado ou em um canil, demonstra bem a naturalidade com que as trangressões da família são mostradas.

Paralelamente, o filho gay tem problemas quando é acusado de ter atacado uma menina, e que na verdade foi rejeitada por ele. Depois de ver o irmão apanhar no seu lugar, ele opta pela verdade, e acaba “fazendo as pazes” com a garota. Pena que o namoro de mentirinha não resolva tudo a longo prazo. Nesse episódio, pudemos ver também a carência da filha mais nova quando ela se apega excessivamente a sua tia de mentirinha.

O que nos leva, então, ao tema principal do episódio 4, quando Mandy sequestra um garotinho de 2 anos e veste-o como uma menina, ficando evidente a necessidade que a garota tem de cuidar de alguém. A família toda precisa arquitetar um plano para que a criança seja devolvida sem lançar suspeitas, com direito a destruição de orelhões e roubo de bicicleta, claro. Tudo não só funciona perfeitamente, como rende 700 dólares de recompensa. E o dinheiro vai pra comprar um aquecedor novo, depois que eles perdem aquele que (pasmem!) roubaram da casa de uma pessoa recém-falecida. E toda a situação com a irmã mais nova ficando meio maluca faz a filha mais velha finalmente repensar a criação que está dando para os irmãos.

No final, ainda teve a revelação de que o vizinho é casado, mas foi levado por uma série de circunstâncias e pedir a namorada em casamento. Apesar de achar que isso pode gerar um mimimi um pouco chato, confio na capacidade dessa série em transformar tudo em algo cool. O único porém ficou com a situação um pouco implausível demais na casa em que Frank está hospedado, quando o ex-marido decide voltar e todos passam a conviver harmoniosamente. Além disso, o flerte da filha em cima do namorado da mãe também não empolga muito. Mas nada disso tira o brilho dessa série, que deve ser a melhor estreia em um bom tempo.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: