Skip to content

How I Met Your Mother 6×12: False Positive

16/12/2010

**CONTÉM SPOILERS**

Um episódio engraçado com uma história envolvente e super bem contada. É How I Met Your Mother na sua melhor forma.

De cara eu já gostei que o assunto da gravidez da Lily não seria abordado da mesma forma que vemos tanto em outras séries, com os dois tentando ter filhos por vários capítulos e depois desistindo e optando por adoção ou inseminação; as piadas que vêm daí são quase sempre as mesmas. Mas How I Met Your Mother usou com genialidade seu principal recurso, o flashback, para nos fazer acreditar que todos ali estavam super felizes com a gravidez, algo que muitas vezes não é verdade.

É bem correto que quando ouvimos de um amigo uma notícia boa, não demora muito para pensarmos em nós mesmos, como bem mostraram Robin e Barney. Ela percebeu que ainda estava solteira e se tornaria a vadia das moedas. A gravidez de Lily colocou tudo sob uma nova perspectiva e Robin percebeu que estava na hora de se tornar uma jornalista respeitada. Isso, até a hora de saber que era alarme falso, e aí o medo e a vontade de fazer o que é mais fácil falaram mais alto.

Barney foi pelo mesmo caminho e decidiu sair por aí distribuindo objetos e lap dances. Foi de morrer de rir a cena que mostra a reação esperada por ele, numa clara brincadeira com as plateias que surtam em programas de auditório. Não demorou muito para o Barney perceber a sua real vontade: a de fazer uma doação. Até que resolveu permanecer no seu porto-seguro e comprar ternos com diamantes. É bem mais cômodo pra ele continuar como pegador do que se tornar um filantropo.

Lily e Marshall representaram bem o casal desesperado porque vai ter um filho. É muito legal você demonstrar felicidade quando conquista algo esperado, mas é claro que depois vem o nervosismo, a vontade de repensar tudo, o famoso “e agora?”. O surto do casal, impagável por sinal, foi super compreensível. Todo mundo quer ficar satisfeito com suas decisões, mas difícil é lidar com elas. E a série acertou ao mostrar primeiro a visão de fora, para aos poucos, revelar o que realmente se passava na cebeça deles.

E o Ted mandou muito bem ao jogar na cara de todos que aquele era o momento certo, e o medo era o que impedia.  Ele pode ser uma mala na maioria das vezes, mas o que Ted fez nesse capítulo, evitando que Lily, Marshall, Robin e Barney ficassem acomodados e medrosos, foi uma grande prova de amizade. E quem dera se todos pudessem ter um padrinho como ele. Eu, ao menos, gostaria muito.

No comments yet

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: