Skip to content

Comentários em série

09/12/2010

**COM SPOILERS, OF COURSE**


Community – 2×10: Mixology Certification

Esse episódio nem foi muito engraçado, mas eu adorei. Já me apeguei tanto a esses personagens que qualquer coisa que eles dizem já me agrada, e as histórias de Community são quase sempre muito bem contadas. Gostei que eles saíram do ambiente da faculdade e foram pra um bar comemorar o aniversário do Troy, mudando completamente os ares do grupo. Morri de rir com a Annie interpretando uma personagem que na verdade era a pessoa que ela queria ser. Esse “tempo” que ela deu de si mesma foi fundamental pra que pudesse repensar a própria vida e a pessoa que se tornou. Community pode até ser levemente profundo quando quer, assim como vimos o Troy tornando-se um novo homem, dando conselhos a Annie e censurando a fofoca do Abed. Mas aquele epílogo mostrou que essa maturidade ainda é bem relativa. Adorei a Britta e o Jeff bêbados se pegando, o Abed usando o cara que dava mole pra ele só pra poder destilar sua cultura nerd (mostrando um pouco sua solidão) e a Shirley se revelando como a maior cliente do bar, ou seja, a pinguça mór do grupo. Episódio muito bem-vindo em que pudemos conhecer mais dos personagens, principalmente depois de seguidas paródias na atual temporada.

.

.

Private Practice – 4.10: Just Lose It

Pela primeira vez em muito tempo, uma cena com a Addison foi emocionante. Mas isso não quer dizer muita coisa, já que sua vontade de ter filho geralmente dá um sono enorme. Mas não teve como não balançar no momento em que ela vê aquele bebê abandonado depois de acreditar tanto que a mãe pudesse, de fato, criá-lo. Ainda mais nesse momento que a própria está querendo tanto um bebê. Mesmo assim, ela a Sam ainda são um casal muito chato e me coloco no lugar da Naomi, ouvindo que a amiga dizendo que quer ter o filho com o ex-marido da outra. No mínimo estranho. Falando nela, sua volta também rendeu outra cena boa, aquela em que ela abraça Charlotte. É claro que essa mania dos americanos de avisar quando vão abraçar irrita um pouco, mas pelo menos foi bom ver as duas falando francamente e a Charlotte desabafando. O caso da semana do Cooper parecia interessante, mas aí desandou pro bom e velho abuso familiar, tema batidíssimo em qualquer série médica. Mas gostei do desenvolvimento do personagem, que tenta ajudar a esposa, mas ao mesmo tempo sabe que ela não é mais a mesma. E entendo até a atitude dele de beijar a Amelia, de um homem confuso e desesperado. Mas se ela ficasse com ele, ia ser motivo demais para odiarmos a personagem. E esse aparecimento da mãe da Addison? Alguém ficou mesmo curioso pra saber o que vai acontecer?

No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: