Skip to content

Grey’s Anatomy 7×10: Adrift and at Peace

05/12/2010

**CONTÉM SPOILERS**

Eu pensei que a Jessica Capshaw, atriz que interpreta a Arizona, estivesse de licença porque já ia ter seu filho. Por isso, não fazia a menor ideia de que ela pudesse aparecer na casa da Callie assim tão rápido. Fiquei surpreso também com a batida da porta na cara da outra que viajou meio mundo só pra dizer que a ama. O mínimo que qualquer pessoa sensata faria é convidar pra entrar e conversar um pouco. Tudo bem que Callie ficou muito magoada (ainda mais depois de ter sido largada também pelo Karev, com quem formou uma ótima dupla), mas achei a atitude um pouco infantil. Pelo menos, é bem provável que elas se acertem rapidamente.

Meredith e Owen parecem o casal que traz os problemas pessoais pro trabalho. Divergem quanto à melhor forma de ajudar Christina e levam isso pra sala de cirurgia, discutindo também na hora de operar um paciente. Sinceramente, não sei quem está certo ali, mas com certeza quem mais ajuda enquanto os dois brigam é o Derek, que inventa atividades aleatórias para a moça na tentativa de afastá-la do problema, dando a ela uma nova perspectiva. E tem funcionado, ainda que bem lentamente, como mostrou a linda cena em que ela chora carregando o peixe. Olha aí sensibilidade de Grey’s voltando.

Nem preciso dizer que eu adorei ver a Bailey ganhando mais destaque, dessa vez se envolvendo com um enfermeiro. Gostei também de vê-lo dando um fora nos médicos e ensinando a todos eles como se evita a tal da fístula. No meio disso tudo, ainda teve a Lexie sendo manipulada pelo Mark e saindo com ele. Acho o Sloan muito chato, mas por algum motivo, gostei da forma como a reaproximação deles foi conduzida. Ainda mais com ela dando um fora no Avery.

Por fim, Teve a Teddy finalmente ganhando uma storyline própria, algo que eu sempre disse que faltava. As cenas dela  geralmente são meio desencontradas, mas dessa vez, Teddy me conquistou. É claro que aquela proposta de casamento foi surreal, mas ao mesmo tempo,  ela sempre foi uma pessoa sozinha e carente, que tentava encontrar um par. Por isso, fiquei bem interessado no que pode sair daí.

No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: