Skip to content

Comentários em série

08/11/2010

**CONTÉM SPOILERS**


Modern Family – 2.07: Chirp

Mesmo com capítulo abaixo da média, Modern Family diverte bastante. A melhor história ficou mesmo com a Família Dunphy, principalmente com os diálogos entre Hailey e Claire falando sobre uma escolha errada de parceiro. Morri de rir com a Hailey se achando muito inteligente por ter captado a mensagem da mãe e depois meio chocada por saber que ela prefere o entregador de pizza ao próprio marido. Gostei também do namorado tendo sonhos eróticos com as duas e ainda bem que as piadas com a Hailey saíram um pouco daquela coisa de aborrescente chata. Tivemos também o Phil achando que os apitos eram sinais da sua masculinidade ameaçada e o Luke com uma cápsula pra se proteger dos germes e querendo vender um órgão no mercado negro. Na casa de Jay, Gloria é daquelas que não esquece de nenhuma data e comemora tudo todos os anos, para desespero do marido, que nunca se lembra de nada. E Manny se aproveita da memória curta do padastro para tentar convencê-lo a readmitir o funcionário. Isso até que Jay o chame de filho, quando o garoto se rende de vez. Já a história de Mitchell e Cameron foi bem sem graça. O melhor foi aquela propaganda bizarra com as vozes esganiçadas dos dubladores, mas de resto, muito previsível.

.

.

The Big C – 1.11: New Beginnings

Todo mundo sabia que Cathy escondia seu câncer porque queria aproveitar a vida ao invés de lidar com a dor dos outros. E ao contar a verdade ao marido, ela percebe que agora é um caminho sem volta, ao vê-lo reagir do modo que ela mais temia. Paul quer raspar a cabeça como forma de solidariedade, pesquisa formas de tratamento, e tenta se informar com pessoas que passaram pelo mesmo problema. Mas ele não esperava ouvir uma verdade tão crua da moça do RH, e passa a entender um pouco as atitudes de Cathy, ao mesmo tempo em que decide voltar pra casa. Mas a reação de Paul parece ter catalisado na esposa uma mudança na forma com que ela vê sua vida com o câncer e também os possíveis tratamentos, ainda que sejam com picadas de abelha. Além disso, a cobrança de Rebecca por um pouco mais de otimismo veio em hora bastante oportuna, quando o cinismo parece ter se tornado a marca da personalidade de Cathy. Nossa protagonista também teve que lidar com a descoberta da doença de Marlene, que também vive com o mesmo tipo de segredo, e agora as duas podem tentar encontrar nessa “coincidência” uma forma de se ajudar. E novamente Laura Linney brilhou, dessa vez,  no discurso final para o médico, convencendo-o a apoiá-la na busca por algum tipo de esperança.

.

.

Raising Hope – 1.06: Happy Halloween

Seguindo a tendência dos episódios anteriores, mais uma vez Jimmy aprende uma lição. Neste capítulo de Halloween, ele percebe o quanto um abraço é importante e que às vezes vale a pena cometer pequenas infrações só para se ter aquele momento especial. Não que isso justifique as ações do pai em busca de um abraço, como se vestir de palhaço todo Halloween só para assustar o filho, ou fingir um sumiço da neta para posar de salvador da pátria. Mas Jimmy percebeu o quanto ser abraçado é importante, e que vale a pena mesmo que sua filha esteja morrendo de medo dos trovões. Enquanto isso, tivemos as cenas bizarras dos amigos querendo dar comida mastigada para Hope e confesso que fiquei com medo de que aquilo fosse mesmo ser mostrado.  Respirei aliviado quando foi tudo interrompido, seria escatológico demais. Jimmy ainda conseguiu um beijo da atendente, ainda que num momento de puro coma alcóolico. Mas os dois combinam e aquela cena em que dançam juntos pôde mostrar isso claramente. É pura questão de tempo. E o que foi a Maw Maw se achando criança e vestindo fantasia de couro pra pedir doces de Halloween? A velhinha continua impagável.

One Comment leave one →
  1. 08/11/2010 21:23

    eu tinha esquecido dessa piada do órgão no mercado negro! HAHAHA como assim? foi a melhor do episódio.

    a maw maw é a melhor parte de raising hope e putz, larguei the big c. tava muito a mesma coisa sempre.

    aliás, oh: gostei das suas resenhas. e eu não acredito que você conseguiu esse domínio. você foi tipo a primeira pessoa do brasil a ter conta no wordpress, né? :)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: