Skip to content

Comentários em série

25/10/2010

**CONTÉM SPOILERS**


Grey’s Anatomy – 7.05: Almost Grown

O Seattle Grace deu uma sacudida essa semana com a competição por um milhão de dólares e os residentes virando atendentes por um dia. Gostei do discurso dos médicos, principalmente o de Bailey, que lembrou do fato de que essa quantia não é nada para uma pesquisa científica, sem contar que o dinheiro sequer existia. Chandra Wilson arrasa mesmo quando aparece somente em uma ponta. Derek resolveu assumir sua preocupação com a possibilidade de Meredith também ter Alzheimer, mas isso não foi o bastante para comover o Chief. Ele ficou mais tocado com o discurso do Owen, apelando para a tragédia que poderia ter sido atenuada caso os médicos tivessem sido treinados. Até Arizona surpreendeu ao se manter firme na hora de defender seu departamento, atrapalhando os planos da Callie para sabotar os demais candidatos. Já Christina parece ter dado mais um passo para a recuperação, mesmo ainda lutando contra a sua vocação. Yang chegou a ser chamada de azeda e autista pelo paciente, mas acabou sendo determinante para que ele pudesse entrar na lista. E apesar de ter achado que ela realmente sacaneou a April, aquele discurso sobre estar no limite e ter vontade de lutar foi necessário para mostrar aos outros que aquilo ali se aplica a ela.

.

.

The Good Wife – 2×05: Cleaning House

Esse foi mais um episódio redondo em que tudo estava no lugar. Foi interessante ver Alicia, representando o promoter, ter que trabalhar com a advogada do outro cliente e ainda competir para saber quem pagaria a multa. Mas ela foi esperta ao usar a “simpatia” da parceira e ao conseguir descobrir o verdadeiro culpado: a própria empresa de segurança. Enquanto isso, Alicia ainda foi acusada de vazar o depoimento do Glenn, pondo em risco a própria licença de advogada. E foi a vez dela de responder às perguntas do Cary, que se aproveitou das informações que tinha por já ter trabalhado no mesmo escritório. Depois da suspeita de que o vazamento veio de uma juíza querendo concorrer à mesma vaga de Peter, sobrou até para Diane utilizar sua influência para pressionar por uma desistência. Mas quem quer ser eleita mesmo é a advogada de Glenn, e que portanto, deve ter sido a responsável por liberar a fita. A virada abre agora diversas possibilidades, incluindo uma trégua entre Peter e Glenn, que agora têm uma “inimiga” em comum. Afinal, quem é Wendy Scott Car? Por fim, tivemos Kalinda provando que é a personagem mais enigmática da série, cujo próprio nome agora é incerto. E se nos episódios anteriores sua trama com Blake estava monótona, aqui tivemos uma das melhores cenas da série, com ela super estilosa destruindo o carro do investigador e deixando sua assinatura no retrovisor. Meu único porém é o fato de Kalinda merecer um antagonista com mais carisma, já que perto dela, Blake some completamente.

.

.

Modern Family – 2.05: Unplugged

Essa semana, Modern Family veio um pouco irregular. A história na casa do Jay foi tão superior que ofuscou um pouco as outras. Quando Gloria resolve reclamar das latidas do cão do vizinho, e este vem a sumir, Jay e Manny desconfiam que ela possa ter se livrado do cachorro da mesma forma que se livra dos ratos, quando só deixa as suas cabeças para que sirvam de exemplo. Mais engraçado ainda foi quando eles resolvem checar  a pá para saber se ela havia sido usada recentemente, ou quando Gloria revela que Jay jamais poderá visitar sua vila para que não possa comprovar todos os seus preconceitos. Na casa dos Dunphy, houve até uma discussão sobre o uso da internet e a capacidade de qualquer um ficar desplugado, mas tive a sensação de que o assunto poderia ter rendido mais, já que abre um leque de situações cômicas. E o casal Cameron e Mitchell teve sua chance de ser escolhido primeiro para o “time de futebol”, ao aproveitarem a diversidade na hora de arranjar uma escola para Lily. Só não contavam o com o surgimento de mais um casal pertencente a um número maior de “minorias” para roubar a tão sonhada vaga.

.

.

Community – 2.05: Messianic Myths and Ancient Peoples

Esse capítulo era pra ser muito engraçado, mas não foi. Parece que perceberam o quão cool são as referências metalinguísticas, e fizeram um episódio quase todo sobre isso, só que de maneira forçada. A Shirley sempre foi meio fanática por religião e ficou inspirada no hype que os vídeos no YouTube atraem. Mas o desejo do Abed em fazer aquele filme foi bem ridículo, mesmo que tudo tenha rendido algumas cenas ótimas, como a Shirley destruindo tudo, ou quando ela é comparada a aqueles que foram contra Jesus. Já a parte dos hipsters foi bem mais divertida. Adorei o Jeff de paizão pro Pierce, que cansou de ser controlado pelo seu grupo de estudos e quis se divertir um pouco com os novos amigos. Mas ele não tardou a perceber que a amizade é bem mais que diversão e que Jeff e cia. são os que se importam com ele.

One Comment leave one →
  1. Carol permalink
    26/10/2010 15:30

    Eu achei meio entediante Grey’s…
    Volta Christina!!!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: