Skip to content

Comentários em série

03/10/2010

**CONTÉM SPOILERS**


Grey’s Anatomy – 7.02: Shock to the System

Cada vez mais a amizade de Meredith e Christina parece ser o coração de Grey’s Anatomy. Toda vez que as duas se ajudam, conversam, se arriscam uma pela outra, a série ganha muito. E foi isso que aconteceu nesse capítulo, quando a Dra. Grey foi resgatar sua amiga em pânico na sala de cirurgia. Uma cena bonita e que inspira qualquer um. Christina, depois de travar completamente, percebe que se casou apenas para buscar uma fora de superar o trauma e se sente pressionada. Ainda bem que o Owen não aceita isso fácil e vai atrás dela dizendo que agora é a vez dele de ajudá-la. Aliás, esse capítulo foi cheio de grandes discursos: Lexie tentando se livrar do Sloan (que personagem chato!), Meredith contando a Derek que perdeu um bebê e Bailey convencendo Karev a remover a bala. Apesar do caso do time de futebol ter sido meio bobinho, achei muito interesssante a metáfora sobre o raio que não cai duas vezes no mesmo lugar, quando se deve aproveitar aquela chance para se fazer algo para o qual nunca teve coragem. No todo, não foi um grande episódio, mas com certeza esse momentos fazem a diferença.

.

.

Modern Family – 2.02: The Kiss

O episódio dessa semana pode ter sido bem menos engraçado que a média, mas essa série costuma ser tão legal, que eu perdoo. Além disso, adorei toda a história do beijo e da necessidade de mostrar afeto que nós latinos temos. Por isso, foi fácil imaginar como é ficar no lugar da Gloria, sozinha no meio de tantos americanos “frios” que mal se encostam. Morri de rir com o  Jay batendo e gritando para os frangos e depois carregando o tênis no pescoço. A questão do beijo do casal gay era um assunto que eventualmente iria aparecer, ainda mais depois que a série foi criticada por isso nunca ter sido mostrado. Pelo menos o beijo aconteceu, ainda que bem no cantinho e eles conseguiram explicar bem o o medo e Mitchell em mostrar afeto em público. Por fim, tivemos a pagação de mico de Alex, novamente causada por uma intromissão da mãe. Adorei que Claire não era nenhuma santa e agora morre de medo que as filhas sigam pelo mesmo caminho.

.

.

Raising Hope – 1.02: Dead Tooth

Eu já falei muito bem do piloto de Raising Hope e se esse segundo episódio não estava no mesmo nível, tampouco comprometeu o meu interesse pela série. A verdade é que eu não achei nada muito engraçado, mas já me apeguei bastante a esses personagnes. Acho todos com muito carisma e gosto da dinâmica entre eles. Gostei também da mulher com dente podre, que roubou as cenas e no final ainda deu um fora no Jimmy dizendo que ele não, de fato, um bom partido. Tenho simpatia também pela caixa de supermercado que aparece pouco mas sempre se destaca, como no momento em que chega com o namorado de anos e deixa Jimmy com a cara no chão. Para completar, ainda tem a mãe e a avó que sempre com cenas ótimas e as duas atrizes super bem nos seus papéis. Morro de rir com a memória vai-e-volta da velhinha. Por fim, gosto também dos flashbacks mostrando cenas da infância de Jimmy e comparando com a de Hope. Dessa forma, Raising Hope se confirma com a melhor estreia até agora.

.

.

The Good Wife – 2×01 – Taking Control

Apesar de seguir a fórmula do caso da semana, os escritores dessa série sempre foram capazes de equilibrar com precisão a vida pessoal dos personagens. O episódio começou, como esperado, no ponto onde havia terminado o anterior e Alicia não teve nem tempo de decidir, sendo empurrada para encontrar Peter. Os roteiristas foram espertos ao não dar um fim a essa questão. Assim, a manipulação do Sr. Gold empurrou a história para frente, já que o assunto deve retornar lá pelo meio da temporada. Ainda acho que poderiam ter mostrado uma tensão maior com Will, mas fiquei satisfeito com o que vi. Enquanto isso, Peter reinicia sua campanha e quando um caso parecido com o seu vem à tona, toda a família deve se calar, inclusive a filha, que já ficou até experiente no assunto e sabe que não pode flertar com qualquer um. A fusão das firmas também já começou a mexer com todos, principalmente com Kalinda, que agora encontrou um concorrente à altura e de quem não foi com a cara mas com quem deverá trabalhar junto. Gostei do novo personagem, e os dois tem química para protagonizarem ótimas cenas fazendo as investigações. Já Will, além de lidar com o amor por Alicia e com a rejeição, precisou ter jogo de cintura para negociar com o sócio e acatar ou não suas sugestões. O novo chefe aproveitou também para se tornar mentor de Alicia. Será que teremos aí um quadrado amoroso ou se trata apenas de um novo sócio abrindo suas asas?

One Comment leave one →
  1. Carol permalink
    08/10/2010 10:47

    Gostei desse episódio! Não foi excelente, mas tirou minha má impressão que eu tive do primeiro episódio.
    O Sloan tá realmente chato. E eu estou com saudades da Cristina do jeito que ela era! =(

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: