Skip to content

Do fundo do baú: as “obras-primas da Rainha”

02/10/2010

Dizem que recordar é viver. Neste caso, é relembrar dois dos grandes micos que o Cinema brasileiro pagou cometidos pela “Rainha” Xuxa. O dois viraram clássicos da Sessão da Tarde e fizeram parte da infância de muita gente, inclusive da minha. O primeiro, Lua de Cristal, foi lançado em 1990 e traz a história de uma moça do interior chamada Maria da Graça que vai para a cidade grande tentar a sorte como cantora. O filme ainda tem Sérgio Malandro como um príncipe encantado, Júlia Lemmertz em início de carreira e Duda Little antes de desaparecer. Detalhe para a menção a Marlene Mattos, que foi empresária de Xuxa até 2004.


.
*
.
O segundo, Super Xuxa Contra o Baixo Astral, foi lançado em 1988 e é uma das coisas mais trash de que se tem notícia. Na história, Xuxa recebe a ajuda de uma lagarta chamada Xixa, para resgatar seu cão chamado Xuxo (juro!), que foi raptado pelo tal Baixo Astral do título. No filme, ela interage e fala com mil animais de pelúcia, até com uma almofada, e ainda tem Guilherme Karam, que deve, no mínimo, ter se divertido muito. Repare na citação a Who’s Bad, do Michael Jackson. Dá vergonha alheia, mas a gente gosta.

4 Comentários leave one →
  1. Lucas permalink
    02/10/2010 20:43

    AMOR ESTRANHO AMOR TBB

  2. 03/10/2010 2:32

    Nossa. Não conhece Amor Estranho Amor??? Shame on you!!

    hahaha

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: