Skip to content

True Blood 3×11: Fresh Blood

13/09/2010

**COM SPOILERS, OF COURSE**


Pois é, True Blood já tinha virado um festival de aberrações, com um bando de seres aleatórios e toscos, mas pelo menos esse capítulo foi um pouquinho melhor que o anterior. E quem diria que a série ainda conseguiria trazer algumas cenas, digamos, fofas?

A cena à qual me refiro é a sequência em que Sookie e Bill conversam no carro sobre como seria a vida deles se ambos fossem pessoas normais, algo que já havia passado pela minha cabeça quando perceib que esse romance estava mesmo condenado. A cena foi tão bonitinha, que acabei esquecendo que toda a parte da fuga do Fangtasia foi completamente inútil, já que todos voltaram direto para a boate.

Eu realmente me enganei quando pensei que o Eric tinha voltado a ser um babaca, mas a série foi coerente e ele não teve coragem de entregar a Sookie. Gostei de ver os vampiros, que são sempre frios, ficarem emocionados andando sob o sol. Duvido muito que o Eric vá morrer, logo, o plano não dará certo. O pior é que provavelmente isso irá girar um mal-entendido entre Bill e Sookie, que pensará ter sido traída. Mais novela mexicana, impossível.

A outra parte bonitinha foi a da Jessica com o Hoyt. Claro que uma mordida não é, de fato, algo lindo, mas a cena foi toda sexy, simulando uma transa entre os dois. Foi legal ver a vampira sendo sincera e contando que precisa de sangue humano para viver. E me surpreendi com o Hoyt querendo ser mordido, mas ele não sabe aonde está se metendo.

E a Tara conseguindo ficar ainda mais chata? No capítulo anterior ela ficou se insinuando pro Jason e agora foi transar com o Sam. Ainda quis fazer a justiceira indo tirar satisfações como Andy, mas acabou ficando surpresa com o pedido de desculpas dele. A verdade é como Tara mesmo disse: ninguém se importa com o Eggs, a não ser ela.

O Sam resolveu se revoltar contra tudo e contra todos numa cena meio ridícula, mas pelo menos ele colocou pra fora o irmão mala. Só que foi transar com a Tara na pior hora possível, já que está para ser roubado de novo. Outro que anda roubando é o rival do Jason, tomando V para ganhar a vaga na universidade. De onde surgiu essa súbita preocupação com o tal recorde? Além disso, existe exame anti-dopping para sangue de vampiro?

A parte mais sem noção ficou novamente com Lafayette. Primeiro viu o Jesus com a máscara do zebu (adorei esse paradoxo) bem antes de usarem V de novo. Terá sido uma premonição, ou só viagem mesmo? Depois, tivemos ele alucinando (ou não) com os bichinhos gritando o seu nome com uma voz pra lá de tosca. Uma das cenas mais engraçadas que já vi nessa série.

Por fim, a Arlene resolveu apelar pra bruxaria e sumir com o próprio filho. Agora que a criança não morreu, ela vai mesmo morrer de medo do que está por vir. E deu pena do Terry achando que havia perdido a criança. Mas confesso que não tenho o menor interesse por nenhuma dessas tramas paralelas. Que venha o season finale!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: