Skip to content

Comentários em série

02/07/2010

**SPOILER ALERT**


Gravity – 1.05: Love at First Suicide

Estou cada vez mais pegando o espírito de Gravity. É um série meio estranha de propósito, assim como as mudanças bruscas de tom, alternando drama e humor, parecem ser intencionais. Esse quinto episódio deve ter sido o melhor. Explorou a formação dos dois casais dentro do grupo, cada um a sua maneira. Adorei a forma como foi conduzido o romance entre Lilly e Robert, de forma lenta e gradual, saindo totalmente dos clichés. E os dois tem química e diálogos lindos, como o da cena em que “invadem” a infância dela. Já o outro casal é tão interessante quanto, apesar da aparente estranheza entre os dois. Adorei a última cena, com o “twitterário” e a troca de funções. Além disso, a frase que dá nome ao episódio pode parecer só um trocadilho, mas quando foi dita, mostrou ser bem mais que isso.

.

.

100 Questions – 1.01: What Brought You Here?

Resolvi assistir ao piloto dessa nova comédia e me arrependi. Trata-se de mais uma história de um grupo de amigos querendo copiar Friends. E ainda tem as claques que, ao invés de me fazerem rir, me incomodam imensamente. Tudo começa quando a protagonista vai numa agência de namoro e tem que responder a 100 perguntas para que possam indicar qual seria o namorado ideal para ela. Os personagens são estereotipados, tem o engraçado-bonitão-que-pega-todas, o meio-nerd-que-quer-pegar-todas-e-não-consegue, a esquisita encalhada e a gostosona-que-pega-todos. E ainda tem a protagonista, que é a mais chata de todos.  Só dá para rir uma ou duas vezes no máximo, e o resto das piadas é tudo batido. Passarei longe.

.

.

The Hard Times of RJ Berger – 1.01: Pilot

Outro piloto a que assiti essa semana foi essa nova série da MTV americana. A história é a do RJ do título, um adolescente nerd e magrelo, aparentemente sem nenhuma qualidade, que fica conhecido na escola depois que suas calças caem no meio de um jogo de basquete e todos veem o tamanho de seu pênis. Para começar, a série tem um clima nada leve e super politicamente incorreto. As atuações são boas e parecem ser exageradas de propósito. O melhor amigo de RJ e sua amiga interessada nele roubam as cenas em que aparecem, com tiradas ótimas. Além disso, a ambientação da série na escola, festas etc. é boa e parece ser bem fiel à realidade. Tem alguns clichés, como a gostosona que todos querem, e o saradão capitão do time de basquete. Mas gostei do resultado e vou continuar acompanhando.

No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: