Skip to content

A decepcionante volta de True Blood e a estreia de Na Forma da Lei

16/06/2010

.

True Blood nunca foi uma série normal. Com uma premissa esquisita e uma história absurda, a obra ganhou sucesso aos poucos à medida em que o público foi compreendendo o estilo. Entendo quem não goste e ache ridículo, pois como já disse, é preciso “pegar o espírito da coisa” para apreciá-la . Trata-se de uma produção da HBO, escrita pelo mesmo Alan Ball de Six Feet Under e de filmes como Beleza Americana, e baseada numa série de livros. Como tal, é uma série muito bem feita e incrivelmente bem escrita, mas que, vez ou outra, acaba ficando no limite entre o trash cool e divertido e o trash ruim.

Porém, esse não foi um grande problema na estreia da terceira temporada. Sim, tivemos uns momentos constrangedores, como os movimentos rápidos dos vampiros, algo que sempre ocorreu, mas que agora está incomodando mais. Esses, por sinal, parecem ainda mais cafonas, com aquela história de Rainha e Magistrado. O problema mesmo foi a falta de histórias interessantes. Não entendi, por exemplo, o destaque todo que foi dado a Sam querendo achar os pais, algo com o qual ninguém se importa. A Tara, que já vinha perdendo destaque desde o ano passado, ficou insuportável e sem função. Até o Jason, um dos melhores personagens, ficou chato aparecendo atormentado em cenas sem graça.

O casal protagonista Sookie e Bill também não foi muito feliz, mas pelo menos parece que estavam apenas armando as peças para o surgimento dos lobisomens. Pena que isso tenha me lembrado Crepúsculo e isso não é nada bom. Por outro lado, é ótimo ver que a série tem coadjuvantes ótimos, como Lafayette, Andy Bellefleur, Arlene e Terry e sabe explorar o carisma deles, mesmo que as histórias (gravidez)  não sejam originais. E tem o meu casal preferido Jessica e Hoyt, que não se encontraram, mas que sempre prometem cenas ótimas. Espero que esse season premiere tenha sido apenas para situar a história e que venha por aí uma trama mais interessante e densa.

.

* * * * *

Outra série que decepcionou foi Na Forma da Lei, nova produção da Globo que estreou na última terça-feira. Fiquei interessado porque gostei da premissa e por se tratar de uma história policial, tema pouco visto na emissora. Mas o resultado ficou abaixo do esperado. A série tem um clima pesado interessante e a cena de assassinato que abriu o episódio foi diferente do esperado. pena que depois veio um discurso piegas da oradora da turma. Depois, tudo pareceu um pouco exagerado pelas atuações e por algumas cenas, como a do assassinato da personagem da Ellen Roche. Ana Paula Arósio e Luana Piovani são lindas e boas atrizes, mas não convenceram, na verdade, acho que o casting não foi adequado. Aílton Graça e Luís Mello também foram um pouco over, este último prejudicado pelo texto dramalhão da na cena final. A trama em si não revelou muita coisa, então será preciso assistir pelo menos ao próximo para ver se a história engrena de vez.

.

No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: