Skip to content

Comentários em série

25/04/2010

**CONTÉM SPOILERS**


How I Met Your Mother – 5.20: Home Wreckers

Nessa semana, tivemos um episódio com uma história bem simpática: depois de ver sua mãe casando pela segunda vez e ser perguntado repetidamente quando ele mesmo subirá ao altar, Ted compra por impulso uma casa caindo aos pedaços. Foi legal vê-lo acreditar que aquele imóvel ainda seria seu lar mesmo com todos os problemas aparecendo. Mesmo sendo arquiteto, Ted sentia que aquele lugar estava no seu futuro por pura intuição. E quem já não foi tomado por esse tipo de feeling? Isso permitiu uma grande identificação em várias cenas, desde as perguntas do início até quando Ted explica suas ideias para a casa nova. O final poderia ter sido surpreendente, com a casa não sendo aquela em que  ele viverá com os filhos, mas foi coerente com a história. O episódio teve uma grande falha: não foi engraçado. E isso acaba sendo crucial.

.

*

Private Practice – 3.20: Second Choices

Sempre gostei da Violet, e adorei que ela voltou, gerando um clima interessante entre ela, Pete e Addison. Mesmo resultando  em  uma batalha judicial previsível, a história teve cenas bonitas como a conversa franca entre as duas mulheres que amam a mesma criança. O texto foi tão bom que ficou fácil entender o lado de ambas, mesmo achando que Violet mereça a chance. Gostei muito da referência ao filme O Silêncio dos Inocentes com a história do menino que come tudo e usa uma máscara de hóquei. Mas utilizar um trauma do Cooper para explicar um problema de relacionamento com a Charlotte foi forçado. Espero mesmo que agora eles se entendam, assim como espero que Addison e Pete dêem logo um fim a um namoro fadado a não dar certo.

.

*

V – 1.08: We Can’t Win

Novamente vejo uma pequena melhora nessa série. O ritmo vem aumentando e vemos uma evolução maior na história. Criou-se uma dinâmica boa com a Erica investigando a Quinta Coluna e com isso obtendo informações para poder brigar contra os Visitors. As melhores cenas ficaram mesmo com o grupo principal e a armadilha para capturar um V. Mas ainda tivemos outras partes boas, como a gravidez da mulher, que novamente tomou um rumo inesperado quando ela foi se consultar na nave-mãe. E pela primeira vez o casal péssimo Tyler e filha da Anna (muito mal interpretados) teve alguma utilidade quando o infiltrado conseguiu um segredo da garota que será útil no futuro. Mas ainda temos cenas péssimas, principalmente as da Anna com o jornalista, com quem ninguém se importa. E aquela luz que ela mostrou foi muito cafona. De qualquer forma, é bom ver que a série está encontrando, ainda que lentamente, o seu caminho.

 

No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: