Skip to content

Comentários em série

18/04/2010

**CONTÉM SPOILERS**


Glee – 1.14: Hell-O

Sempre achei essa série superestimada. A parte musical, salvo raras exceções é muito boa, mas os roteiros são fracos e simplórios. As promos divulgadas e o tempo do hiato prometiam uma melhora, e acabei criando uma grande expectativa. Infelizmente, o episódio não foi o esperado. O roteiro deu uma pequena melhorada, mas nada que surpreendesse. Mais uma vez a história se repetiu e tivemos planos da Sue para acabar com o Glee Club. E de onde surgiram aquelas crises existenciais do Finn e depois do Mr. Schue? Foi preguiça dos roteiristas. As cenas do Schue com a  Emma pareceram Malhação. Virgindade? Não dá!  Gostei que surgiu um novo personagem para fazer frente ao galã Finn, pena que no final ele tenha virado vilão. Até a parte musical foi abaixo da média, com números apenas OK. Espero que o próximo episódio, com músicas da Madonna, melhore o nível.

.

*

Brothes & Sisters – 4.18 e 4.19:

Time After Time (Parts 1 and 2)

Depois de um longo hiato, Brothers & Sisters veio com um episódio duplo que provavelmente foi o melhor em um bom tempo, e com isso quero dizer melhor até que a terceira temporada. O atual ano começou muito fraco, com aquele dramalhão por causa do câncer da Kitty. Mas desde a metade, a série vem se recuperando e culminou no ótimo episódio dessa semana. Começou forte e tenso acerca do motivo da chantagem sofrida por Nora e manteve um ritmo maior que até  do que séries de ação. Apesar de ter achado a razão um pouco fraca, a história foi muito bem construída e os flashbacks totalmente condizentes com a personalidade dos personagens. A segunda parte não foi tão perfeita, mas foi bem satisfatória. Nora e Holly dando uma de detetives foi bem divertido, e deixou um cliffhanger bom para o próximo. Gostei muito que Brothers & Sisters deu essa levantada. A série precisava ganhar fôlego, e o fez com grande sucesso.

.

.

How I Met Your Mother – 5.19: Zoo or False

Mais um episódio bom dessa série que andava com uma temporada bem caída. A história foi bem redonda e muito bem contada. Todos os personagens tiveram sua importância em determinado momento. Até o Barney não foi irritante, o que já é uma grande proeza se considerarmos os últimos episódios. Morri de rir com a LilRy virando uma viciada em armas e com as várias versões para o assalto. Gostei também da menção do Barney às mentiras e mostrando flashbacks para comprovar sua tese. O final foi simplesmente genial com aquela  sequência imitando King Kong e também por ter sido duvidoso, sem ninguém saber o que realmente aconteceu. Afinal, é assim mesmo que as coisas ocorrem na vida real.

.

*

V – 1.07: John May

Esse parece ter sido o melhor episódio de todos. Começou tenso e soube manter o clima até o final. Gostei de finalmente terem esclarecido quem é John May, mas poderiam ter ido mais além e mostrado porque o Ryan mudou de lado. Falando nele, a história da gravidez tomou um rumo inesperado, contribuindo para dar gás à série. A cena da morte do George emocionou e foi bem interpretada, o que é raro por aqui. Só aquele drama sem graça sobre a paternidade do Tyler parece u uma tentativa de trazer maior profundidade dramática, mas não adiantou. E as cenas com a Anna são todas péssimas e constrangedoras. O que foi aquele “banho” no final? Mas no geral foi um capítulo bom e espero que os próximos  pelo menos mantenham esse nível.

 

No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: