Skip to content

Comentários em série

11/04/2010

 

**CONTÉM SPOILERS**


Private Practice – 3.19: Eyes Wide Open

O caso médico da grávida em coma que permeia a série desde o  capítulo 17 continua sendo o ponto alto. Acho chato que a Addison esteja sempre certa, nunca erre e todos os outros médicos sempre sejam ruins perto dela. Outro assunto que vem se alongando é o triângulo formado entre Sam, Addison e Pete, já que esses dois últimos parecem estar apenas brincando de casinha, é claro que aquilo não vai dar certo. Naomi é uma chata e não fez a menor diferença (como assim ela vai pra Suíça atrás de um homem com quem ela sai há menos de uma semana?) mas fiquei com pena do Dr. Fife. Charlotte também não combina com o Sheldon, principalmente se compararmos  as cenas dela com o Cooper. Eles sempre foram o melhor casal. Deixaram um cliffhanger bom com a volta da Violet, que já estava fazendo bastante falta. Foi um episódio melhor que o 18, mas ainda assim precisa melhorar para a temporada continuar no mesmo nível do início.

.

.

The Good Wife – 1.18: Doubt

Mais um episódio fabuloso de The Good Wife, que consegue nos surpreender a cada capítulo. Mesmo deixan do a trama de Alicia um pouco de lado,  o caso da semana foi muito bom, mostrando um pouco da reasonable doubt, tão importante nos tribunais de júri. Além disso, a forma como a história foi conduzida foi bem original, alternando cenas da deliberação do júri com o tribunal em si. Gostei também como tudo se encaixou para ajudar a narrativa, como o encontro de Diane (que eu já gostava antes) e o affair de Alica e Will. O único porém foi o final, que poderia ser realmente aberto, deixando a dúvida do título. Os roteiristas estão cada vez melhores.

.

.

24 Horas – 8.16: Day 8 7:00 am – 8:00 am

24 Horas novamente teve seu melhor episódio da temporada. Tenso desde o início, com direito ao final mais dramátic o e triste em um bom tempo. Eu não gostava muito do Presidente Hassan, mas me emocionei com a sua morte e foi bom ver Jack Bauer ex pressando algo raro: a derrota. Pode até não ter sido original (principalmente pra quem viu a primeira temporada), mas foi sim surpr ee nd ente e valorizado pelo excelente clima de tensão construído desde o começo. Não faço a menor idéia do que possa vir a partir de agora, já que a parentemente a trama teve um desfecho, mas é muito bom ver uma temporada que teve um começo tão ruim, engrenar dessa forma. 24 Horas ainda consegue provocar as mesmas emoções de antes, mesmo faltando tão pouco para  seu fim. Ainda não caiu a ficha que só faltam oito.

*

.

V – 1.06: Pound of Flesh

Não sei se a expectativa já estava baixa, mas percebi uma leve melhora no capítulo dessa semana, principalmente no iníci o do epis ódio. Mas a história novamente falha em não cumprir o que promete: quando a Quinta Coluna decidiu dar um aviso no meio do pronunciamento de Anna, era esperada alguma reviravolta ou um game changer, que novamente não aconteceu. Vimos também alguns trechos constrangedores, como a cena meio Missão Impossível em que Ryan descreve a invasão à nave-mãe e a cena em que o mesmo é surpreendido por dois membros desconhecidos da Quinta Coluna. Ora, se nós teles pectadores já sabíamos que os dois eram da resistência, onde estaria o suspense? O episódio teve bons momentos, quando mostrou a capacidade de manipulação da Erica e o encontro do padre com o repórter, dando a esse último uma função na história que antes não tinha. Se for cancelada, V não vai fazer muita falta. O que não deixa de ser uma pena.

 

 

No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: